Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ancaje - Vida Saudável

... aqui vou registando diariamente, detalhes da minha reeducação alimentar com base Crudivegana. Nesta minha nova forma de viver aprendo a comer, a valorizar-me, a dar valor ao realmente importa, a amar mais e a viver em plenitude.

... aqui vou registando diariamente, detalhes da minha reeducação alimentar com base Crudivegana. Nesta minha nova forma de viver aprendo a comer, a valorizar-me, a dar valor ao realmente importa, a amar mais e a viver em plenitude.

Ancaje - Vida Saudável

05
Jan16

Detox a palavra mágica


Ancaje

00oo.jpg

 

 

Agora que um novo ano começa toda a gente fala e procura tudo sobre Detox. Dietas Detox, receitas Detox, sumos Detox, batidos Detox e por aí fora. Como se um detox fosse feito com a ajuda de um sumo, batido, receita ou dieta. Não é minhas amigas não se enganem. No entanto, um Detox é feito de forma ainda mais simples do que aquilo que imaginam! Então não é que o nosso corpo faz essa desintoxicação sozinho? Verdade! No entanto, para que essa desintoxicação seja feita mais profundamente, quase como com a limpeza que fazemos em casa... todos os dias arrumamos por alto e uma vez na semana, fazemos uma limpeza mais profunda, necessitamos comer alimentos que ajudem o nosso corpo nesse árduo trabalho. Ou seja, muita fruta madura, sumos e alguns batidos. Desta forma, alimentamos os triliões de células que o nosso corpo tem da melhor forma possível e damos descanso ao nosso organismo no processo digestivo para que assim, ele possa fazer o seu trabalho de desintoxicação mais profundamente!

 

 

Porque de facto a verdadeira cura é feita pelo nosso próprio corpo, que é um mecanismo complexo de auto-limpeza e auto-regeneração. Hoje em dia o termo «desintoxicação» é usado por tudo e por nada e parece que com o tempo ganhou conotações diferentes. Na verdade, desintoxicação significa apenas limpeza e isto é algo que o nosso corpo faz automaticamente, por natureza, porque sem esta limpeza constante não conseguimos sobreviver. 

 

 

E porque é que o nosso corpo precisa de limpeza?  

Somos feitos de triliões de células que comem e eliminam, tal como nós. O que as células eliminam é o que chamamos de resíduos celulares. Cada célula cria este lixo, e como se isso não bastasse, o que comemos, respiramos e a forma como vivemos (com mais ou menos stress, etc.), também cria ainda mais lixo.

Da mesma forma que gostamos de tomar um duche para nos sentir limpos e refrescados, os nossos órgãos internos precisam diariamente do mesmo. Ter uma alimentação viva e natural (que naturalmente promove essa limpeza) facilita muito o trabalho. Ter uma alimentação com produtos animais, cozinhados, excesso de proteínas e gorduras, pelo contrário, dificulta incrivelmente este trabalho, e mais cedo ou mais tarde o corpo fica obstruído e inflamado. Qualquer que seja o nosso estilo de vida e tipo de alimentação, beneficiamos sempre de uns dias de descanso e limpeza, que são literalmente como um «reiniciar» no computador, que nos ajuda a começar tudo (um pouco mais) à limpo.  

 

 

 

Porque é que precisamos de fazer desintoxicação ou de seguir programas de detox periodicamente, independentemente da forma como comemos no dia-a-dia?

Quando começamos a apresentar diferentes tipos de desequilíbrios e problemas de saúde, isto é o nosso organismo a mostrar que não estamos a eliminar como é suposto. O sistema linfático torna-se preso e congestionado e os resíduos ácidos começam literalmente a queimar as células, criando processos inflamatórios, rigidez e dor. Tal como gostamos de cuidar e arrumar a nossa casa todos os dias (mesmo que mais superficialmente), e uma vez por semana (um pouco mais à fundo), o nosso corpo precisa exactamente dos mesmos cuidados e limpeza. Da forma como vivemos e comemos hoje em dia, a ajuda extra e os dias de paragem e mais descanso na alimentação fazem mais sentido do que nunca!

 

Não é suposto que a alimentação crie apenas lixo, sem grandes benefícios para o corpo, mas infelizmente esta é a realidade de muita gente hoje em dia, que come da forma convencional. Para agravar a situação ainda mais, de ano para ano, tudo o que se vende nos supermercados (desde as refeições pré-cozinhadas ou frescas do dia, aos alimentos embalados), tudo passa a ser cada vez mais artificial, mais preenchido de aditivos e mais tóxico para o nosso corpo. Mais de 80% dos produtos nos supermercados não são comida e infelizmente esta tem sido a realidade nos últimos 80-90 anos. Claro que é impossível que isto não afecte a nossa saúde. Por tudo isto (e muito mais, que nunca conseguiria resumir em vários parágrafos curtos) faz todo o sentido ter períodos de descanso – as chamadas semanas de detox.

 

Isto é válido inclusivamente para as pessoas que já têm uma alimentação vegan/crudívora, porque enquanto a alimentação do dia-a-dia pode conter algumas gorduras ou alimentos cozinhados, durante uma verdadeira semana de detox retiramos as gorduras e consumimos apenas alimentos em estado cru. Esta é sem dúvida a melhor maneira de limpar, fortalecer e regenerar todo o corpo, vivendo sem dores, sem doenças e sem grandes sofrimentos físicos e mentais.

 

 

Será que a desintoxicação se resume apenas ao que vamos comer?

De maneira nenhuma. É o que parece à primeira vista, porque a comida é de facto uma parte central deste processo, mas este é apenas o primeiro passo. Uma verdadeira semana ou programa mais prolongado de detox inclui sempre algum trabalho a nível emocional e mental. Assim limpamos todos os nossos corpos simultaneamente – o físico, o emocional e o mental, o que explica porque é que por vezes todo o processo custa e é desconfortável para tanta gente. O que isto significa na prática, é que assim que começamos a comer os alimentos adequados para o nosso corpo, ele não tarda muito em indicar-nos que tipo de resíduos emocionais e mentais temos acumulados e precisamos de eliminar. Parece confuso, mas a longo prazo, tudo se torna mais leve, mais limpo e mais claro, a todos os níveis. 

 

Fonte: www.vidaemestadocru.pt

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D