Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ancaje - Vida Saudável

... aqui vou registando diariamente, detalhes da minha reeducação alimentar com base Crudivegana. Nesta minha nova forma de viver aprendo a comer, a valorizar-me, a dar valor ao realmente importa, a amar mais e a viver em plenitude.

Ancaje - Vida Saudável

... aqui vou registando diariamente, detalhes da minha reeducação alimentar com base Crudivegana. Nesta minha nova forma de viver aprendo a comer, a valorizar-me, a dar valor ao realmente importa, a amar mais e a viver em plenitude.

26
Ago14

Bolinhos de Bacalhau com 0 gordura

Ancaje



Ando numa fase de explorar a quinoa real e tinha umas paletes de bacalhau desfiado para dar uso. Deixei de molho todo o dia o balhacau e mudei a água 3 vezes ao longo do dia. Para o jantar, tinha então planeado preparar uns bolinhos de bacalhau no forno, feitos com 0 gorduras!






Comecei então por cozer a quinoa em água (o dobro de água para a quantidade de quinoa que usarmos) e flor de sal e juntei 1/2 courgette à quinoa. Deixei cozinhar em lume brando por 15 minutos! Entretanto, fui desfiando o bacalhau e piquei 1/2 cebola muito finamente. Misturei tudo numa taça e temperei com pimenta branca. Queria ter acrescentado salsa, mas não tinha em casa. Também podem acrescentar 1 ou 1/2 ovo batido para ligar melhor, eu não usei, porque não como gemas há 15 dias (por serem muito ácidas e ando a evitar alimentos ácidos).

Entretanto, passados os 15 minutos, suficientes para cozer a quinoa e a courgette, passem-nos por um passador ou coador e espremam bem. Como a courgette tem muita água, sairá sempre água e a ideia é que fique o mais escorrido possível. Esmaguem bem a quinoa e a courgette com uma colher, a courgette vai ficar em puré imediatamente. Juntem depois a mistura à taça com o bacalhau e cebola. Amassem tudo com as mãos e formem bolinhos para irem ao forno. Eu levei ao forno pré-aquecido a 200ºC num tabuleiro de forno com papel vegetal e deixei assar por 15 minutos.







Ficaram douradinhos, estaladiços e deliciosos! Adorei a experiência e fazem-se muito rapidamente e sem grande trabalho. Acompanham-se bem com uns espargos, salada, chips de courgete, cenoura ralada e são excelentes para quem tem de levar refeições para o trabalho, pois são como salgadinhos que ficam deliciosos mesmo depois de frios!

Experimentem ;)



Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D