Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ancaje - Vida Saudável

... aqui vou registando diariamente, detalhes da minha reeducação alimentar com base Crudivegana. Nesta minha nova forma de viver aprendo a comer, a valorizar-me, a dar valor ao realmente importa, a amar mais e a viver em plenitude.

Ancaje - Vida Saudável

... aqui vou registando diariamente, detalhes da minha reeducação alimentar com base Crudivegana. Nesta minha nova forma de viver aprendo a comer, a valorizar-me, a dar valor ao realmente importa, a amar mais e a viver em plenitude.

12
Fev14

Maus hábitos alimentares

Ancaje

Os maus hábitos alimentares que praticamos podem manifestar-se de várias formas no nosso dia a dia!

 

- Saltar refeições e ter uma alimentação desregulada

- Comer em excesso

- Comer quantidades insuficientes de comida

- Comer por motivos emocionais

- Ingestão alimentar compulsiva

- Petisco contínuo ao longo do dia

- Más combinações alimentares

 

Gostavam de saber como quebrar os vícios e hábitos disfuncionais, substituindo-os por outros, mais saudáveis?

 

 

Aqui estão 7 passos simples que poderão seguir para mudares a vossa alimentação e estilo de vida!

 

1) Prestem mais atenção e fiquem conscientes das alturas em que comem e da forma como se sentem quando começam a comer. Se repararem bem, sempre que começamos a comer e estamos tristes, ansiosas, frustradas, preocupadas, nervosas ou em simplesmente deprimidas e em baixo, a probabilidade de comermos mais quantidades para obter algum consolo, calma e paz através da comida, é muito maior. Antes de começares a comer, identifiquem como é que se estão a sentir e o que motiva a vontade de comer. Se de facto se trata de fome, ou de outro sentimento com o qual estão a tentar lidar através da comida. Aprendam a distinguir a sensação de fome da vontade de comer por motivos emocionais. Façam as vossas refeições quando se sentem bem e em paz, ou pelo menos procurem ter mais consciência das alturas em que comem, para lidar com as vossas emoções negativas.

 

2) Comam num local calmo, silencioso e seguro. Criem um espaço agradável, que as ajudem a sentirem-se bem enquanto estiverem a comer. Isto permitir-lhes-á que façam escolhas alimentares muito mais saudáveis, criando um estado calmo, que ajuda a ter uma melhor noção daquilo que estamos a ingerir.

 

3) Nunca, nunca... nunca, comam se se sentirem tristes, frustradas ou emocionalmente perturbadas de alguma forma. Sempre que começamos a comer quando nos sentimos desta forma, acabamos por comer em excesso ou provocamos facilmente episódios de ingestão alimentar compulsiva Muita gente hoje em dia usa a comida para lidar com as suas emoções, fugir dos problemas, não pensar nas preocupações ou simplesmente para não sentir nada, mesmo que por breves minutos. Lembrem-se que a comida saudável, limpa não só o nosso corpo, mas também a nossa mente, levando-nos a enfrentar os problemas, as mágoas e traumas antigos. Para muita gente isto é demasiado assustador, mas uma vez ultrapassadas as barreiras iniciais, não há mais nada que consiga separar-nos da concretização do nosso objetivo.

 

4) Preparem a vossa comida com amor! Não interessa quais são as nossas crenças ou valores. Simplesmente preparem a vossa comida com carinho e amor, pensem em coisas positivas enquanto estiver a fazê-lo, porque quanto mais elevada for a energia ou carga vibracional da comida, mais coisas positivas experienciamos ao comê-la. Pode soar-vos estranho, mas quanto mais respeito tiverem pela vossa comida, mais respeito ela vai ter pelo vosso corpo!

 

5) Procurem planear as refeições com alguma antecedência. Simplesmente pensem durante 5 segundos o que pretendem comer na próxima refeição. Ao planearem e decidirem fazer algo, aumentamos a probabilidade de concretizar esse pensamento. Deixar as decisões para o último momento, leva-nos a fazer más escolhas alimentares, usando como desculpa a falta de tempo ou a ausência de alternativas mais saudáveis.

 

6) Certifiquem-se que têm sempre comida suficiente em casa, pelo menos para os 2-3 dias seguintes. Não esperem até ao último momento para fazer as compras e nunca façam esta tarefa quando já estão a sentir fome, porque a tendência é para comprarem muito mais alimentos processados e preenchidos de gordura. Adquirirem este hábito, ajuda a gerir melhor os alimentos em casa e a aprender a amadurecer, armazenar e variar constantemente a fruta e vegetais que comem, o que é sempre mais de meio caminho andado para a manutenção de uma alimentação mais natural.

 

7) Não comam com frequência “comida lixo”. Quem é que nunca comeu um hambúrguer com batatas fritas ou qualquer outra coisa pesada e gordurosa, e não se arrependeu a seguir? Sentimo-nos pesadas e mal dispostas durante horas. Por vezes, passado horas já nem sequer percebemos bem o que nos passou pela cabeça para comer algo deste género. Manter uma alimentação saudável requer alguma auto-disciplina, pelo menos no início, enquanto ainda somos movidos por vícios alimentares e hábitos disfuncionais do passado. Aprendam a dizer “não” e a pensarem no vosso bem-estar a longo prazo. Eu em pouco tempo, já não recebo estes impulsos por alimentos processados e já não me custa cozinhar para o namorado e comer salada ou beber um batido! Fico satisfeita rapidamente na mesma e muito mais leve e de consciência tranquila!

 

12
Fev14

POB - Dia 17 - Lanche

Ancaje

 

 

POB - Dia 17

Lanche: Sumo Verde

Levou uma taça cheia de legumes e fruta boa!

 

Beber 300ml destes sumos, é beber directamente saúde!

É aumentar o vosso metabolismo na hora!

É limpar todo o cólon e intestinos e com isso, perder peso mais facilmente!

E ficaria aqui toda a noite a falar-vos dos benefícios destes suminhos.

Bem, pode ser que esta noite se tiver um tempinho ainda vos publique um post sobre todas as vantagens destes suminhos MARAVILHOSOS!

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D