Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ancaje - Vida Saudável

... aqui vou registando diariamente, detalhes da minha reeducação alimentar com base Crudivegana. Nesta minha nova forma de viver aprendo a comer, a valorizar-me, a dar valor ao realmente importa, a amar mais e a viver em plenitude.

... aqui vou registando diariamente, detalhes da minha reeducação alimentar com base Crudivegana. Nesta minha nova forma de viver aprendo a comer, a valorizar-me, a dar valor ao realmente importa, a amar mais e a viver em plenitude.

Ancaje - Vida Saudável

21
Jan15

Não muito obrigada!


Ancaje

Café 3.JPG

 

Estou à 20 dias sem beber café nem refrigerantes. Nestes 20 dias, não houve um único dia em que não tirasse cafés cá em casa, mas eu optei sempre pelo chá quente, ou que não houvesse uma garrafa de refrigerante na mesa. Durante este tempo, frequentei restaurantes onde sou cliente habitual e no fim já sabem sempre que "são 2 cafés curtos", mas resisti e não pedi café para mim. Num dos restaurantes que frequento até tenho direito ao café sem pagar nada por ele, mas já não o bebo. Assim como a bebida nos restaurantes que era sempre Cola zero, passei a pedir água e ponto. São opções como tudo na vida.

Agora vamos ao que interessa. O que senti que mudou em mim neste 20 dias sem consumir café nem refrigerantes? Em primeiro lugar e mais importante acima de tudo, foi a redução da sensação de ansiedade com que vivia desde que me lembro de existir. Aquela sensação de coração acelerado, de querer respirar fundo várias vezes por "aflição", o viver constantemente nervosa e o custar adormecer todas as noites... tudo isto que eu já dava como garantido e como algo que pertencia à minha personalidade ansiosa, afinal, desapareceu! Foram estes sintomas desaparecerem e a minha felicidade aumentar. Então estas coisas que me atormentavam tanto, que me faziam ser uma pessoa que não conseguia viver o presente quanto mais saborear-lo e que vivia ansiosa pelo futuro e perturbada pelo passado, afinal era fruto do café e dos refrigerantes? Ainda me custa acreditar por vezes e se apenas 20 dias passaram desde que ando neste estado tão calmo e delicioso, por outro lado, parece-me que já passaram séculos e que já nem sei viver de outra forma. Por isso agora quando me perguntam: "Café?" eu respondo com um sorriso no rosto e uma paz interior: "Não muito obrigada!".

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D