Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ancaje - Vida Saudável

... aqui vou registando diariamente, detalhes da minha reeducação alimentar com base Crudivegana. Nesta minha nova forma de viver aprendo a comer, a valorizar-me, a dar valor ao realmente importa, a amar mais e a viver em plenitude.

... aqui vou registando diariamente, detalhes da minha reeducação alimentar com base Crudivegana. Nesta minha nova forma de viver aprendo a comer, a valorizar-me, a dar valor ao realmente importa, a amar mais e a viver em plenitude.

Ancaje - Vida Saudável

19
Dez14

Ansiedade/Stress vs Alimentação


Ancaje

0 copy.png

 

Quando falamos de alimentação, relacionamos normalmente com acto de ingerir alimentos, com o peso, apetite, com a saúde... mas raramente ou raras as pessoas que relacionam diretamente a alimentação com sintomas de ansiedade e/ou stress.

Ora aqui, euzinha dou cartas. desde que me conheço que sou uma pessoa ansiosa com praticamente tudo. E só quem sofre deste mal sabe o mal-estar que a ansiedade provoca numa pessoa. É a falta de ar/dificuldade em respirar, é o aumento/diminuição do apetite, é o não conseguir descansar ou repousar profundamente, são as insónias, o nervosismo entre outros sintomas chatos.

O que vos posso garantir e já comprovei em 1ª pessoa é que sim, a alimentação controla diretamente o nosso estado de ansiedade/stress. Como? Simples. Estando muito ansiosa por exemplo, eu não consigo ter paz e serenidade para planear sequer refeições. Chego à cozinha e o que preparo para o meu mais-que-tudo adapto ligeiramente e como também... por exemplo se lhe preparo um bife com arroz e ovo, para mim faço 1/2 prato de salada, 1/4 com arroz e 1 ovo. Não consigo portanto, manter-me na salada apenas ou na fruta para a refeição. Esta situação leva-me ao aumento da ansiedade, porque a comida assim o proporciona. Andando a tarde toda mais ansiosa pela refeição errada que fiz, chego ao jantar e normalmente não consigo manter-me nos crus e tenho de voltar a comer algo cozinhado como sopa por exemplo. Mais uma vez, esta refeição cozinhada leva-me a algum mau-estar e a um peso oscilante assim como a alguma retenção de líquidos. Conclusão: acordo sentindo-me mais inchada e essa situação gera-me mais ansiedade/stress e portanto, o que me vai apetecer ao almoço é novamente algo cozinhado, que fará com que me apeteça algo cozinhado ao jantar e que fará com que eu acorde enjoada, inchada, com mal-estar e consecutivamente a apetecer-me algo cozinhado ao almoço. 

E isto minhas amigas, é uma prisão... um ciclo vicioso que começando num estado de ansiedade, me leva a comer o que sei que está errado e me faz mal, que me leva a um mal-estar e inchaço, que consecutivamente me leva a viciar-me novamente em alimentos processados que nos fazem aumentar estados de ansiedade e stress e obviamente, a um aumento de peso e massa gorda corporal.

Sair desta bola de neve não é nada fácil! Nada mesmo. Mas não é impossível, já saí dela algumas vezes e preciso novamente de arranjar forma de sair outra vez. Pela minha saúde e também pelo meu bem-estar!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D