Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ancaje - Vida Saudável

... aqui vou registando diariamente, detalhes da minha reeducação alimentar com base Crudivegana. Nesta minha nova forma de viver aprendo a comer, a valorizar-me, a dar valor ao realmente importa, a amar mais e a viver em plenitude.

... aqui vou registando diariamente, detalhes da minha reeducação alimentar com base Crudivegana. Nesta minha nova forma de viver aprendo a comer, a valorizar-me, a dar valor ao realmente importa, a amar mais e a viver em plenitude.

Ancaje - Vida Saudável

26
Mar15

A única altura do ano que sinto a falta...


Ancaje

DSC_8370.JPG

... de uma chávena de café quente com umas fatias de regueifa doce (quem é do Norte sabe bem o que isto é :P) repletas de margarina (da marca Planta sempre)... regueifa essa toda ela feita por mim, comida ainda morninha e com margarina que se derrete facilmente enquando barro cada fatia... e com café (Mokambo sempre)... ai as saudades que tenho...

 

Todos os anos tento arranjar 1000 desculpas para a voltar a fazer. Este ano a desculpa era que no Natal não comi nada, não comi o meu amado Pão-de-Ló de Ovar porque passo o Natal fora e não havia na mesa. Também o costumo fazer em casa mas deitei fora a batedora eléctrica e portanto não faço bolos há 1 ano. Mas mentalizei-me que desculpas efectivamente arranjamos as que queremos e portanto não há "desculpas" é seguir e acabou. Nem as amêndoas me tocam o coração nesta altura. Há imensos anos que não como nem 1 amêndoa da Páscoa. Raramente toco ou me apetecem chocolates embora tenha a casa sempre cheia deles, portanto ovos da Páscoa também não me afligem, mas a minha Regueifa Doce... aquele que me leva o pensamento para a minha infância onde lá na minha terra havia uma senhora velhinha que as fazia em folha de couve, cozidas em forno de lenha... minha nossa a 7º Maravilha do Mundo! Recorda-me sempre as 6ª Feiras Santas ou o Domingo de Páscoa e do meu pai entrar em casa com 2 regueifas doces embrulhadas em papel artesanal, feitas pela tal vizinha idosa que as fazia com todo o maior e esforço, para contentar toda uma terra desejosa da sua iguaria. 

 

Actualmente já não bebo café desde 2 de Janeiro de 2015. Já não como lacteos. Evito ao máximo açúcar refinado e gorduras. Já não consumo alcóol desde 2 de Janeiro de 2015 (e a regueifa leva bebidas alcoólicas). Portanto fico-me apenas pela recordação e memórias!

 

O grande problema destes cravings é que muitas vezes comemos também as lembranças e as emoções que os alimentos nos trazem e esse sabor é mesmo o melhor do mundo!

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D