Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ancaje - Vida Saudável

... aqui vou registando diariamente, detalhes da minha reeducação alimentar com base Crudivegana. Nesta minha nova forma de viver aprendo a comer, a valorizar-me, a dar valor ao realmente importa, a amar mais e a viver em plenitude.

... aqui vou registando diariamente, detalhes da minha reeducação alimentar com base Crudivegana. Nesta minha nova forma de viver aprendo a comer, a valorizar-me, a dar valor ao realmente importa, a amar mais e a viver em plenitude.

Ancaje - Vida Saudável

13
Mar14

Excesso de gás? Como evitar-lo?


Ancaje

Com bastante frequência, recebo perguntas de como é que podem melhorar e facilitar a digestão, eliminando problemas como azia, excesso de gás ou acne, etc.

A resposta é simples, é que as boas combinações alimentares ajudam significativamente a diminuir ou eliminar por completo os sintomas e consequências destes problemas.


Aqui ficam umas dicas de como se pode evitar, os problemas inicias que as más combinações alimentares, nos podem trazer! Depois quando aprenderem a fazer as combinações certas, esses problemas desaparecem e reinará a energia máxima a boa-disposição e a sensação de bem-estar:
 
 
1. Se pretendem combinar fruta e vegetais, misturem a fruta unicamente com vegetais de folhas verdes (espinafre, alface, couve, rúcula, agrião, etc.) evitando as misturas com raízes ou outros tipos de legumes. Todo o tipo de fruta (quer seja doce, ácida ou sub-ácida) combina maravilhosamente bem com todo o tipo de vegetais de folhas verdes.
 
 

 

2. Ao comerem fruta e/ou vegetais em saladas por exemplo, procurem comer em primeiro lugar os alimentos mais ricos em água, e só depois aqueles que contêm menos água. A razão é que fruta como citrinos, melões, pepinos, uvas, etc. tendem a ser digeridos e a passar por todo o nosso sistema muito mais rapidamente (em pouco mais do que 1h). Já os restantes alimentos, como os outros tipos de fruta e vegetais que não contêm tanta água precisam de mais tempo (2-3h), o que pode perturbar a digestão e criar fermentação e gás, se os mesmos forem misturados.

 

3. Toda a família dos melões (melão, meloa, melancia, papaia) devem ser comidos preferencialmente de forma isolada, sem serem misturados com outros tipos de fruta. Os melões são a fruta mais fácil de digerir quando comparados com outros tipos de fruta, pelo que têm um tempo de digestão e assimilação diferente. Comam qualquer fruta da família dos melões sozinha e esperem aproximadamente 1h até comer outro tipo de fruta/vegetal.

 

4. Os frutos ácidos* (ex.: laranjas, limões, toranjas, ananás, tomates, kiwi, tangerinas, etc.) podem ser misturados entre si, com fruta sub-ácida (ex.:  maçã, pêra, nectarinas, uvas, manga, ameixas, etc.) ou com todo o tipo de vegetais de folhas verdes.

 

*Nota:O facto de um tipo de fruta ser ácida não significa que seja má para a saúde. Antes pelo contrário. Lembrem-se sempre do limão que, apesar do seu sabor ser ácido, tem efeitos alcalinos no corpo, dado o seu conteúdo de minerais alcalinos.

 

5. Os frutos sub-ácidos  (ex.:  maçã, pêra, nectarinas, uvas, manga, ameixas, cerejas, mirtilos, framboesas, etc.) são os chamados frutos neutros, pois não são nem demasiado acídicos, nem demasiado doces. Podem ser misturados entre si, com fruta ácida, com fruta doce ou com vegetais de folhas verdes. Comer fruta sub-ácida antes das saladas facilita ainda mais a digestão e ajuda a eliminar com sucesso qualquer tipo de desconforto.

 

6. A fruta doce (ex.: bananas, tâmaras, figos, dióspiros, papaia, etc.) normalmente é a fruta que contém menos água e mais calorias. Este tipo de fruta pode ter efeitos diferentes em pessoas diferentes. O melhor será que quem está a iniciar o seu percurso com a alimentação viva e ainda tem um sistema digestivo obstruído, que não misture então a fruta doce com fruta ácida ou sub-ácidaPode misturar a fruta doce com outro tipo de fruta doce e até mesmo com vegetais de folhas verdes, mas evite as restantes misturas. Para quem já limpou bem o seu sistema gastrointestinal, a mistura entre fruta doce e fruta ácida (ex.: bananas e laranjas) muito provavelmente deixará de ser um problema.

 

7. Podem comer à vontade todo o tipo de fruta que desejarem aproximadamente 45-60 min. antes de comerem uma salada, mas evitem a todo o custo comerem fruta depois de comerem uma salada variada, ou pior, depois de comer alimentos cozinhados. Lembrem-se que a fruta é o alimento mais fácil de digerir e como tal, deve ser comida sempre em primeiro lugar.

 

8. Se procuram aumentar os níveis de energia, perder algum peso/gorduras localizadas e melhorar o funcionamento intestinal, experimentem as mono-refeições, que consistem em comer apenas um tipo de fruta por refeição, naturalmente em maior quantidade. Exemplos de mono-refeição seriam: 6 bananas;  OU 1l de batido de água e umas 20 tâmaras; OU 4 mangas; OU ½ melancia; OU 4 dióspiros e 2 bananas; OU 500g de uvas.

 

9. Os vegetais de folhas verdes combinam com todo o tipo de fruta.

 

10. Os restantes vegetais combinam bem apenas entre si, e podem ser misturados em maravilhosas saladas coloridas e variadas. Se quiserem mesmo misturar fruta numa salada que contém diferentes tipos de vegetais, usem os citrinos ou preparem um molho de fruta e ervas aromáticas, que possa ser facilmente misturado na salada. (ex.: lima, laranja, salsa)

 

11. Combinem as gorduras apenas com vegetais e evitem a mistura entre gorduras e fruta. Isto significa que o ideal é combinar todo o tipo de frutos secos e sementes com os vegetais. A excepção à regra são as sobremesas comidas de forma pontual, que eventualmente podem conter fruta e alguns frutos secos/sementes.

      

 

O tema das combinações alimentares é frequentemente abordado em emails com perguntas que recebo diariamente e não só devido ao impacto que tem na forma como nos sentimos, mas por ser essencial para quem está a iniciar a sua transição para uma alimentação natural e predominantemente crua. A longo prazo, as boas combinações alimentares ajudam a eliminar por completo as queixas mais frequentes no início da transição, tais como: sensação de inchaço e peso, excesso de gás e mal-estar abdominal, dores de cabeça ou incapacidade de regular o peso, entre outras.

 

Fonte: http://www.vidaemestadocru.com/

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D