Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Como eliminar a gordura abdominal?

por Ancaje, em 07.03.14

Hoje venho falar-vos de um orgão extremamente importante no nosso corpo, ainda que a maioria de nós, conheça sequer quais as suas funções!

Hoje, abordaremos as funções e a importância, do fígado no bom funcionamento do nosso organismo.

 

Sabem aquela gordura subcutânea que sentimos e ao pressionarmos a pele da zona abdominal? Aquela gordura que sentimos entre os nossos dedos? Pois bem, se sentem sempre uma camada de gordura de vários centímetros, independentemente daquilo que comem, o problema pode não ser o vosso estômago, mas sim, do fígado.

Muitos de nós desconhecemos por completo a importância que o fígado desempenha na desintoxicação continua e manutenção do peso ideal. Este é sem dúvida um dos órgãos mais sobrecarregados dentro do nosso organismo, bem como um dos que conseguem desempenhar mais tarefas ao mesmo tempo.

 

 

E quais são então as tarefas que o nosso fígado desempenha?

 

O fígado tem um papel fundamental de filtrar e eliminar toxinas (provenientes do uso de medicação, álcool ou, gorduras cozinhadas e alimentos refinados e processados no geral); Facilita a digestão, a degradação e assimilação das gorduras, vitaminas e minerais hidrossolúveis; tem um papel na regulação dos níveis de açúcar no sangue, pressão arterial, libertação de insulina, estrogénio, testosterona e colesterol, bem como na imunidade e defesas do organismo.

Dada toda esta actividade que não pára nem mesmo enquanto estamos a dormir, por vezes o fígado precisa de descanso e de uma ajuda extra. Caso contrário, quando este fica sobrecarregado continuamente, promovemos a acumulação de toxinas, ou até mesmo de gorduras que se acumulam à volta dele, dando origem à condição conhecida como “fígado gordo”, sem esquecer a inflamação e problemas de peso associados. Um fígado demasiado “stressado” e sobrecarregado provoca também uma acumulação de gorduras localizadas, principalmente na zona abdominal, que normalmente são muito difíceis de eliminar para a grande maioria de pessoas (pelo menos para aquelas que têm uma alimentação convencional). Muitas vezes, independentemente das dietas e hábitos alimentares que as pessoas têm, esta gordura simplesmente não desaparece... a não ser que o fígado seja desintoxicado.

 

 

Antes de começarmos a alterar os nossos hábitos alimentares de forma mais definitiva, verifiquemos ainda se além das gorduras localizadas (principalmente na zona abdominal) não temos mais alguns destes sintomas, que podem indicar que o fígado não está a funcionar no seu melhor, nomeadamente:

 

1. Obstipação

2. Refluxo ácido

3. Indigestão ou sensação de inchaço na zona abdominal

4. Colesterol elevado

5. Desequilíbrios nos níveis de açúcar no sangue e insulina

6. Falta de energia

7. Sede excessiva

8. Impulsos fortes por comida refinada e processada (pão branco, bolos, doces, etc).

 
*Nota: A presença de um ou mais destes sintomas indica um excesso de acidez no organismo,
associado também a um fígado sobrecarregado, que precisa de desintoxicação.
 
 
 
 
O QUE ALTERAR PARA COMEÇAR A SENTIR ALGUMAS MELHORIAS?
 
1. Se fumam, parem.
 
2. Usem medicação apenas se for extremamente necessário. Muita gente desconhece que até os comprimidos usados tipicamente para a dor de cabeça, sobrecarregam o fígado significativamente.
 
3. Evitem o consumo de álcool ao máximo além de sobrecarregar o fígado, o álcool altera o PH do organismo, tornando-o mais acídico. Com isso, aumenta a nossa predisposição para desenvolver problemas inflamatórios e diferentes doenças.
 
4. Comam e bebam de forma limpa e natural. Eliminem da sua alimentação os alimentos ricos em açúcar refinado e processado, gorduras hidrogenadas (presentes em margarinas, muitas manteigas e praticamente todas as bolachas), aditivos (presentes em todos os alimentos empacotados ou enlatados), corantes, conservantes e sódio (que é o grande responsável pela retenção de líquidos que toda a gente que tem a típica alimentação portuguesa apresenta em maior ou menor grau, dependendo do caso). Lembrem-se que o vosso fígado precisa de trabalhar arduamente para eliminar todas estas substâncias tóxicas, cujos excessos acabam sempre por serem acumulados em zonas específicas do corpo, sob a forma de gordura localizada.
 
5. Procurem consumir vegetais ricos em fibra, como é o caso dos brócolos, couve, couve-flor, couve de bruxelas, etc. que contêm substâncias específicas que se ligam às toxinas e promovem a sua eliminação.
Aumentem também o seu consumo de fruta, incluindo a no pequeno-almoço, lanches e antes das refeições principais.
 
6. Reduzam significativamente ou eliminem por completo o consumo de sal, que facilita a retenção de líquidos e inchaço, sobrecarregando o fígado ainda mais. Lembre-se que o sal não está unicamente no saleiro. Hoje em dia todo o tipo de pão, alimentos enlatados, empacotados e perfeitos contêm doses muito elevadas de sódio. Se muita gente não sente isso é porque já tem um paladar "viciado" e completamente alterado. Temperem as saladas com alho, cebola ou ervas aromáticas frescas e citrinos.
 
7. Façam exercício da mesma forma que tomam a vossa medicação (se estiverem a tomar uma): religiosamente. Pelo menos 30 minutos de alguma actividade física conseguem produzir mudanças significativas ao nível do bem-estar e desintoxicação do fígado.
 
 
Se têm gorduras localizadas que não conseguem eliminar-la, talvez esteja na hora de desintoxicar o vosso fígado. Apostem numa alimentação limpa e natural, livre de aditivos, sal e substâncias artificiais. Bebam sumos de cenoura e vegetais de folhas verdes diariamente, e aumentem a quantidade de fibras na vossa alimentação. Eliminem as gorduras localizadas ao melhorar o funcionamento do fígado e desfrutem do vosso corpo de Verão durante todo o ano!
Fonte: http://www.vidaemestadocru.com/

Autoria e outros dados (tags, etc)


Gordura Abdominal

por Ancaje, em 07.03.14

Se ao pressionarem a pele da zona abdominal entre os vossos dedos sentem sempre uma camada de gordura de vários centímetros, independentemente daquilo que comem, o problema pode não ser o vosso estômago, mas sim, outro órgão.

 

Amanhã falarei deste tema, aqui no blog!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sigam também pelo INSTAGRAM

Instagram

BIKINI BODY GUIDE - Kayla Itsines










Este blog está protegido por direitos de autor

Se quiser levar alguma foto, por favor entre em contacto primeiro para a devida autorização.


Calendário

Março 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031